top of page

Agora você conta com um assistente de leitura, o chatGPT responde suas perguntas sobre a postagem que está lendo. Somente abra o chat abaixo e faça perguntas!

Lidando com pessoas de alto conflito: seja BIFF!

Atualizado: 13 de set. de 2022


“Coloque seus interesses na frente do seu ego, e emoções, sentimento de ofensa, e de concertar o mundo” Manual de bolso do jovem pesquisador
Existe um pequeno grupo de pessoas, em torno de 10% da população, que buscam conflitos. Pessoas, em geral, fogem dos conflitos, essas pessoas buscam e amplificam os conflitos. Tudo vira uma batalha nuclear.


No nosso ebook, falamos brevemente de pessoas de alto conflito (HCP, High Conflict People), dentro do contexto de comunicação mais eficiente.

Ter uma ideia de com qual tipo de pessoa estamos falando, nos ajuda a lidar melhor com situações que podem afetar nosso futuro profissional, e de forma mais elegante possível; note que comunicação não é uma ciência exata, e mesmo especialistas contam de histórias onde suas ferramentas não funcionaram, use com cautela e não deslique o cérebro em situações delicadas.






Como destaca o criador do termo, Bill Eddy:


“nunca diga a uma pessoa de alto conflito que ela é de alto conflito”.

Ele ainda adiciona ao canal Big Think:

“What is interesting is high conflict personality seems to really boils down to four key characteristics. The first and maybe the most stunning is a preoccupation with blaming other people. it is really all your fault and it is not at all my fault, ZERO, my part on the problem is ZERO" Bill Eddy

Como o mesmo destaca na primeira passagem, o objetivo não é mudar a pessoa, mas sim, melhorar a relação, mesmo que seja 1%; essa observação é muito importante, temos uma tendência natural de querer mudar as pessoas. Uma vez vi uma cena engraçada: estava em um evento, e uma pessoa era vegetariano e avisou para os organizadores devido ao jantar por vir, o organizador parece ter tentado mudar a escolha da pessoa antes de aceitar, talvez o fez de forma inconsciente; foi engraçado, muito riram na hora. 😂😂

Dependendo das possíveis consequências, como perder o doutorado, vale a pena aliviar. Parece exagero, mas já ouvi de pessoas, inclusive tive uma aluna, que parou devido a problemas e nunca mais voltou. Evite deixar o corpo esfriar. Uma frase que li em algum lugar: evite deixar que pessoas atrapalhe seus planos. Na escola fundamental, havia uma frase que usava comigo mesmo: o professor já está com o futuro garantido, para lindar com professores difíceis.


Uma das ferramentas mais discutidas pelo criador é BIFF. Como o mesmo diz: BIFF na Austrália quer dizer uma “birra”/”rivalidade”, mas não é esse o objetivo. O objetivo é aliviar conversas que possuem o potencial de se tornarem discussões, mas precisam ser feitas; novamente, como o autor destaca inúmeras vezes, o objetivo não é mudar ninguém, mas somente aliviar a tensão.


Uma relação de orientador-aluno é um exmplo clássico de relações que podem sair do controle. Poucas universidade possuem suporte, como mediadores, ou pessoas que poderiam ajudar; note que atualmente isso virou mercado, mediadores de conflito. Mesmo os coordenadores, falo de experiência, tiram o deles da reta; sobrando ao aluno se virar.


BIFF significa: Brief, Informative, Friendly, and Firm.


De forma bem resumida, o autor tem vários vídeos na internet, e livros publicados:

· Brief – seja breve;

· Informative – seja informativo;

· Friendly – seja amigável;,

· Firm – seja firme;


Talvez traga mais discussões no futuro, por agora é só. Essa técnica é para pessoas de alto conflito.


De forma resumida;


Pessoas de alto conflito são pessoas que geralmente procuram conflito. Uma forma simples de identificar, e pode ser errado: qualquer pessoa que use ataques como forma de conversar.

Como o autor comenta, assuma que a pessoa é de alto conflito, use as ferramentas em silêncio, mas nunca diga à pessoa que ela é de alto conflito; não me recordo de cometer esse erro, mas já ouvi de outras pessoas e é difícil de digerir quando alguém aponta o dedo; pessoas de alto conflito apontam o dedo, o autor chama isso de "metralhadora de culpa" [tradução livre] Existe também os Gaslighers, mas seria para outra postagem.


Uma coisa que o autor deixa bem claro: você terá de usar indo contra suas emoções; seu instinto será de atacar de volta. Não ataque! Seja estratégico.


Seja BIFF!








 

Próximas postagens:

  • Pensamento de longo e curto prazo: como isso afeta a vida do jovem pesquisador? (*)

  • Escrita de artigo científicos: estudo de caso #1 (*)



(*) Parte do plano

Leitor/aluno cobra Custo: R$0 · Valid for 6 months

 

Uma postagem por semana, aos sábados, fique de olho! 👀👀👀. Prefere olherada 👂👂👂, ouça nosso podcast 🎙️🎙️


Escreva para nosso blog! ✍🏽✍🏽

Gostaria de propor um assunto! Entre em contato!

 

 

Planos

Leitor/aluno cobra

Para qualquer aluno meu, em qualquer plataforma

Plano para alunos meus em qualquer plataforma Custo: R$0 · Valid for 6 months

241 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page