top of page

Agora você conta com um assistente de leitura, o chatGPT responde suas perguntas sobre a postagem que está lendo. Somente abra o chat abaixo e faça perguntas!

Inteligência Artificial e Ética: sobre o uso do chatGPT por pesquisadores(as)

Atualizado: 16 de abr. de 2023





"Isso é uma forma de reduzir a pesquisa a puxar botões, pesquisadores" comentário

A pergunta que faria:

qual o verdadeiro sentido de pesquisar? escrever artigos? Não seria o artigo uma forma de comunicar a pesquisa? os resultados? ou seria a escrita (a parte mecânica) a essência da pesquisa?

Talvez para alguns, escrever ajudar, para outros não. Isso deveria, ao meu ver, ser uma escolha do pesquisador(a), em como gastar seu tempo de pesquisador(a).


O que o acusado tem a dizer? o que o réu tem a dizer?



Pergunta ao chatGPT:

"Se usar Excel para analise de dados não é um problema de ética, por que seria usar o chatGPT para escrever artigos? São duas atividades igualmente mecânicas e não representam a essência de uma pesquisa científica. "

Resposta (mudaria poucas coisas, mas no geral, é boa; vamos falar disso):


"Há uma diferença entre o uso de Excel para analisar dados e o uso de modelos de linguagem, como o chatGPT, para escrever artigos. O Excel é uma ferramenta de processamento de dados que pode ser usada para analisar dados de pesquisa e gerar estatísticas. É uma ferramenta útil para lidar com grandes quantidades de dados, mas ainda requer que o pesquisador interprete e compreenda os resultados.


Por outro lado, o chatGPT é um modelo de linguagem que é treinado para produzir texto em uma ampla variedade de tópicos e estilos. Embora o chatGPT possa ser útil para gerar ideias ou até mesmo rascunhos de texto, é importante lembrar que ele não substitui completamente a habilidade humana de análise, síntese e interpretação de informações.


No entanto, isso não significa que o uso do chatGPT seja necessariamente antiético. O chatGPT pode ser usado de maneira ética e produtiva, desde que o pesquisador seja transparente sobre o seu uso e se responsabilize pelo conteúdo gerado. Além disso, o uso do chatGPT pode ser útil em determinados contextos, como em situações em que o tempo é limitado ou em que o pesquisador precisa gerar uma grande quantidade de texto em pouco tempo.


Em última análise, é importante lembrar que as ferramentas e tecnologias são apenas meios para alcançar um objetivo e que é a responsabilidade do pesquisador garantir que o uso dessas ferramentas seja ético e produtivo."


Comentários


Eu também questionei ao chat, por não encontrar no Google, nem lembrar de leituras que fiz nessa direção, se, historicamente, já houve pessoas considerando o uso de computadores na pesquisa como antiético; parece que não há vestígios disso. Contudo, tive um professor russo no mestrado que se recusava em usar computadores, mesmo quando todos basicamente já usavam. Rumores dizem que Linus Pauling usou computadores na descoberta da estrutura secundária das proteínas, hoje, estudamos de forma predominante com computadores essas estruturas. Uma das maiores revoluções recentes veio no uso da IA.


Uma pesquisadora que vi em um evento científico no meu doutorado usou uma dessas ferramentas para analisar mais de 4.000 artigos para produzir um modelo para o fígado. Esses modelos tentam replicar o fígado em computadores. Seria antiético?! acho que não, o modelo funcionava! É basicamente impossível estudar cada elemento que forma o fígado, são modelos enormes, e cada elemento possui uma vasta literatura. Cada elemento em si seria uma vida de pesquisa, ou mesmo, várias vidas.


Minha tese de doutorado tem quase 400 página, grande parte é revisão da literatura, que fiz manualmente. Mesmo assim, deixei de ler um artigo importante, que levou à rejeição do meu primeira artigo. Por mais que achei exagerado a reações de um dos revisores, ainda assim, o artigo era realmente importante e deixei passar. Consegui focar no máximo em cinco artigos, apesar de revisar mais de 100 artigos.


Da mesma forma que existe data science para big data, podemos ter big data pata textos; foram milhões de textos no GPT-2, 40 GB de textos. Hoje, é praticamente impossível ficar por dentro da quantidade de textos e artigos produzidos.




Comentando o texto do chatGPT

"Há uma diferença entre o uso de Excel para analisar dados e o uso de modelos de linguagem"

Discordo, o termo data mining também é usado para buscas de textos, como foi o caso da pesquisadora mencionada. Quando aplico data science ao projeto genoma, não é diferente de aplicar aos artigos gerados pelo projeto genoma.


"é importante lembrar que ele não substitui completamente a habilidade humana de análise, síntese e interpretação de informações."

Concordo 100%. Isso é similar ao caso de usar data science em dados brutos. Artigos são dados brutos, até você fazer sentido deles.


Como comento em um dos nosso ebooks "o mercado da criatividade", antes mesmo do chatGPT: o que o pesquisador faz vai mudar, como já mudou historicamente. E a automação vai ser o pivô, como foi no passado ao usarmos computadores.


Eu considerava, e ainda considero, ghostwriting okay, desde que a pessoa que paga faça a parte intelectual. Agora, respeito por ler e ver que não existe um consenso. Já fiz, e não faço mais. Similar, ao meu ver, se o pesquisador ainda faz a parte intelectual, como ler os artigos, selecionar as passagem para citar, e posteriormente, ler o texto final para ajustes, não vejo nada de antiético, mas vou respeitar se em algum momento essa discussão ganhar corpo, e considerarem o chatGPT antiético. Já existem discussões, como a proibição oficial do uso do chat em certas revistas.




 

Criando uma discussão usando o chatGPT

Continuação: Pessoas estão usando o chatGPT para escrever teses inteiras. Isso seria antiético

Assistente de leitura: Entendo a sua preocupação, mas acredito que é importante lembrar que o chatGPT é apenas uma ferramenta. Assim como qualquer ferramenta, o chatGPT pode ser usado de maneira ética ou antiética, dependendo de como é utilizado pelo usuário. No caso de usá-lo para escrever uma tese inteira, é necessário refletir sobre a apropriação da ideia e do trabalho de outros autores e pesquisadores. É preciso ter cuidado para que a autoria seja verdadeira e que o trabalho seja original. Acredito que, mais uma vez, o antídoto contra a falta de ética é o uso responsável da tecnologia e o respeito pelos princípios éticos da pesquisa.



76 visualizações0 comentário
bottom of page